29 de mai de 2009

Mensagens de Leitores


Saudações Amigos leitores!

...Troco e-mails, posts e scraps diariamente e, sempre que o cansaço do dia de trabalho ganha força, coincidentemente recebo um comentário inspirador sobre o livro. Eles vem de desconhecidos, colegas escritores, colegas leitores e amigos próximos, isso quando minha mãe não dá as caras nos blogs alheios. ehehehe.
...De qualquer modo, independente da fonte, tais comentários me inspiram. Tenho feito o máximo para responder e agradecer cada um deles.
...
...Hoje tive a idéia de reuni-los aqui no blog, passando à frente esta energia revigorante para compartilhar este carinho. Infelizmente não tenho o histórico de todos, mas fiz um apanhado para iniciarmos. Abaixo seguem alguns trechos de comentários que me enviaram ou fizeram pela Net.

Ricardo, Leitor:
"Meu nome é Ricardo. Sempre gostei filmes, e literatura fantástica, por esse motivo tenho hábito de freqüentar livrarias procurando algo que me chame a atenção. Quando me deparei com seu livro, confesso que as primeiras páginas já me fizeram sentir uma vontade muito grande de absorver aquele conteúdo dinâmico e com uma riqueza de detalhes incrível, por fim acabei por adquirir um exemplar de “Filhos de Galagah” que sem dúvida é um dos melhores livros que já tive a oportunidade de ler. Mas ainda precisamos salvar o príncipe das garras de Enelock, encontrar as outras duas crianças, ajudar Iallanara Nindra a se libertar do domínio de Sukemarantus e muitas outras coisas, portanto mãos a obra Leandro, pois estou ansioso por mais uma obra sua.
Parabéns, obrigado e por favor mantenha-me informado de possíveis novidades."

Sir Léo Gardem, criador da lista Ordem do Dragão Dourado:
"Ontem terminei de ler o livro e não pude deixar de passar aqui para recomendar fortemente que todos que gostam de literatura fantástica (e os que não gostam também) leiam esse livro. Não só porque foi escrito por um amigo nosso, porque eu não recomendaria se não fosse realmente bom. É um livro envolvente, com uma estória muito boa, personagens muito carismáticos e complexos e uma narrativa que nos dá vontade de não parar de ler, o que me fez, por várias vezes, quase perder o ponto do ônibus. :) Se tem um problema que mereça registro, cito apenas a grande vontade de ler a continuação da estória quando o livro acaba (quando sai o segundo livro?), de saber como será a continuação da saga de Galatea, a Campeã Sagrada, Iallanara, a Bruxa Vermelha, Gawyn, o espadachim brincalhão, Sephiros, o elfo-mago, e Ethan, tutor e guardião de Galatea. Parabéns, Radrak. Saiba que você me deu até vontade de retomar um dos meus incontáveis projetos adormecidos: terminar de escrever a saga da Lenda de Minelfort (link pra quem não conhece: http://morgdan.wikidot.com/a-lenda-de-minelfort). Além disso, pode me considerar mais um fã, mais um interessado por Grinmelken e suas histórias. Por isso, vou fazer algo que já devia ter feito: colocar um link, no site da ordem, para o seu site (www.grinmelken.com.br) e divulgá-lo da melhor forma que puder."

Clinton Davidson, Autor de Hegemonia:
"Estou lendo agora Filhos de Galagah do Leandro Reis. Detesto com fé essa fantasia RPG que fazem no Brasil, sem um pingo de originalidade. Por isso peguei o livro para ler mais pela simpatia do autor do que por interesse na história que não me pareceu muito original.
Estou na página 100. Minhas impressões: 1. lugar. Leandro Reis sabe escrever e bem. Isso faz uma diferença danada. Então a leitura está sendo um prazer. 2. lugar. O autor é daqueles que gostam de descrever em detalhes o rosto de todo mundo, os objetos, as roupas, os bichos, tudo, mas faz isso sem ser chato. Tá, tem horas que enche o saco saber dos adornos de cada armadura, mas ele faz isso com tanta competência que não dá para reclamar. 3. lugar. Apesar dos clichês de fantasia tradicional, Leandro sabe mudar detalhezinhos que definitivamente reavivam o interesse, como o fato da protagonista ser uma mulher e não um-jovem-que-quer-reconhecimento-na-vida. Outro exemplo, quando eu já estava começando a desanimar entram em cena... VAMPIROS COM ESPADA NA MÃO. Eu gritei: DUCARAÍ! Lendo o livro. Coisa que não fazia desde que Octávio Aragão enfiou ZUMBIS CANIBAIS NAZISTAS na Mão que cria.
Enfim, até agora é um livro honestíssimo (é fantasia de RPG sim, algum problema?) e escrito com competência. Aguardem resenha raivosa se o autor estragar tudo daqui para frente, mas por enquanto estou aplaudindo de pé."

Vivian Varandas Cardoso, Leitora e Artesã:
"Estou amando... como é rico em detalhes... a cada parágrafo a cena vem nítida em minha mente, é como se estivesse lá na hora das batalhas com os mortos-vivos, ou até mesmo qdo a luz q irradia das espadas dos guardiões, pudesse ofuscar minha visão....
Já vou p/ o capítulo 5 - O príncipe Thomas (quase 70 páginas em dois dias)..
Como a leitura é preciosa em nossas vidas, além q ampliar nosso vocabulário, nos faz viajar sem sair do lugar... explorar o inimaginável... Qta criatividade para dar nome aos personagens e aos lugares.... Não vejo a hora d terminar, mas ao mesmo tempo, sei q vai dar saudades, pois acabamos nos apegando aos personagens.....
Fico imaginando como seria o filme... já pensou? é uma possibilidade, hein!?!?!??"

Alexandre Luis dos Santos, Leitor:
"Bom dia Leandro. Eu ganhei seu livro de um amigo e gostei muito. Parabéns pelo seu trabalho e já vou falando que estou esperando os próximos. Tenha um bom dia."

Bruna, irmã da minha cunhada Bia:
"Adorei o livro... me apaixonei pelo Gawyn, se eu fosse a Iallanara eu casava com ele... porque ele é L-I-N-D-O E M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-!-!-!"

Bia, minha cunhada:
"Confesso que minha leitura começou pela curiosidade de saber o que era Galagah e quem eram seu filhos, a leitura começou e não soltei mais o livro até devorá-lo inteiro.
É uma história fabulosa, o enredo te prende de tal maneira que você participa das ansiedades e angústias de cada personagem, e sem perceber se apega a todos eles de certa forma."

Márson Alquati, Autor de Ethernyt, A guerra dos anjos:
"Excelente livro de aventura no melhor estilo Tolkien. O que mais me atraiu foi a intensidade e os conflitos psicológicos dos personagens, além dos cenários e cenas de ação e suspense maravilhosamente descritos! Vale a pena ler."


Conforme eu receber ou encontrar mais comentários, vou postando por aqui.

Grande Abraço a todos!



Nenhum comentário: