5 de abr de 2010

Resenha: Bento

Saudações amigos!

Neste final de semana terminei de ler o livro Bento, do autor brazuca André Vianco. Um livro muito bom, que só faz juz ao sucesso do cara. A resenha do mesmo, vocês podem conferir abaixo. Boa leitura!


Resenha: Bento


            "Se fosse americano, este livro já teria virado filme e o Vianco seria conhecido internacionalmente. Sério mesmo." Este era meu comentário, repetido várias vezes enquanto lia esta obra da metade para o fim. A história tem alguns baixos, mas ela possui a fórmula perfeita daqueles blockbusters com sacadas originais que nos divertem até o fim.
Assim é o livro do brasileiro André Vianco. Uma montanha russa de acontecimentos que grudam nossos olhos nas páginas e nos fazem mergulhar de cabeça no novo mundo criado por ele.
Bento narra a história do herói Lucas, um cara comum que acorda após um sono de 30 anos. Ainda aturdido pelo longo sono, ele descobre que o mundo conheceu um apocalipse incomum e que agora a raça humana está oprimida, resistindo como pode para não ser completamente consumida por um mal que agora assola a Terra: Vampiros! Uma familiaridade com “Eu sou a lenda” pode ser vista até aqui, mas adianto que a semelhança acaba aí. 
Os Bentos, que dão título ao livro, são a criação mais interessante. Verdadeiros predadores naturais das criaturas da noite, os Bentos são homens despertos que possuem poderes especiais, concedendo uma incrível capacidade de luta contra os vampiros. Poucos, eles constituem a trama principal da obra.
Mais importante: O cenário apocalíptico vai das falésias de Natal ao centro de São Paulo, onde o autor nos presenteia com um cenário familiar e único, de desolação e morte, tudo passado no nosso Brasilzão.
O linguajar do autor é direto e a leitura flui muito bem, dando dinamismo cinematográfico às cenas exibidas a cada capítulo. Um livro que você acaba “assistindo” ao invés de ler. Um diferencial do autor que eu mesmo procuro atingir em meus textos.
Os personagens, principais ou secundários, são muito bem detalhados. Prova disto é a afeição que se adquire pelos coadjuvantes e figurantes. O autor sempre nos presenteia com o passado de cada um deles, não importando se morrerão naquele mesmo capítulo ou se continuarão na história até o fim.
Vejo uma única “falha”, digo entre aspas, pois é algo puramente pessoal, que consiste em não dar uma batalha final digna ao livro, cena que parece reservada para os livros seguintes “Vampiro Rei” e “Vampiro Rei 2”.
Enfim, um livro que é obrigatório para fãs de vampiros ou batalhas épicas ou histórias apocalípticas. Uma caixa de emoções, do humor ao suspense, da aventura ao drama, pronta para ser aberta.


Livro: Bento
Autora: André Vianco ( http://www.andrevianco.net/ )
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 520
Preço Médio: R$ 45,00

Um comentário:

Maria Claudia Müller disse...

Eu não botava muita fé nesse livro, mas vc me fez mudar de idéia. Acho que era a capa terrível.