31 de jul de 2010

SdSombras: Resenha de Leitor

Saudações amigos!

Saiu faz pouco tempo mais uma resenha do Senhor das Sombras! Novamente o amigo Jota lançou sua opinião sobre um trabalho meu.
Agradeço ao amigo pelas criticas e elogios!

Coloco abaixo dois trechos da resenha:

   O segundo livro de Leandro Reis, é mais um dos lançamentos na Literatura Fantástica Nacional de 2010. Continuando as aventuras de o "Filhos de Galagah", o volume II do Legado Goldshine, mostra um autor mais comprometido com sua escrita.
   O livro começa algum tempo após os eventos do primeiro. A guerra contra os exércitos das sombras chega em seu momento crítico. Galatea e seu grupo de amigos continuam a busca da segunda criança portadora do Serafim. O caminho se mostra cheios de emboscadas mortais, até a captura de Iallanara, levada mais uma vez ao re-encontro com seu mestre Sukemarantus, o Senhor das Sombras.
   Desde o início da saga no primeiro livro, a bruxa já se mostrava como uma personagem interessante (sendo minha preferida), deixando no ar sua importancia para os eventos futuros. No segundo livro, acompanhamos o desenvolvimento dos conflitos internos da personagem.

. . .
 
   A melhor coisa em “O Senhor das Sombras” é seu tamanho. As personagens viajam por muitas terras, nada de portal mágico dessa vez (pelo menos no início =D). Interagem com várias personagens interessantes. Conhecemos os povos bárbaros e suas diferentes tribos, os leões alados das Cordilheiras do Conflito Eterno, as Lâmias e vários dragões como o terrível Greska.
   Aqui as influências nerds do autor saltaram aos meus olhos: era impossível não pensar nas várias invocações do Bahamut da série de jogos Final Fantasy, durante as descrições das lutas dessas fantásticas criaturas. E são várias desses combates para nosso deleite.
   O "Senhor das Sombras" cumpre o que seu título sugere. As sombras permeiam cada acontecimento, levando os heróis ao limite, deixando o leitor apreensivo quanto ao destino dos personagens. O autor não perdoa: muitas mortes ocorrem, mas ainda gostaria que ele tivesse ousado um pouco mais nisso.


Legal, não? Veja a Resenha completa direto no blog do rapaz:
Grande Abraço!
 
Leandro Reis

Nenhum comentário: